É muito comum ouvir que um sindico com excelentes resultados depende apenas de carisma ou de uma personalidade comunicativa. Esta é uma ideia completamente equivocada. É claro que esses dois fatores podem contribuir muito para qualquer profissional, mas não são suficientes para fazer um bom gestor condominial. É  preciso observar com mais detalhes outros fatores intrínsecos que envolvem os resultados como:  as estratégias administrativas utilizadas, o planejamento de ações e a preparação técnica do profissional.  É  de suma importância  avaliar também o nível de aprofundamento dos conhecimentos na rotina condominial, o uso das técnicas corretas nas soluções das demandas, a organização de  gestão e principalmente o tempo de envolvimento aplicado. Talento é importante, mas o essencial é combinar todos esses fatores com uma grande dedicação nas atividades cotidianas e aliar a um faro de sensibilidade e  observação estratégica.