O universo condominial tem acentuado bastante suas exigências quanto aos síndicos orgânicos e profissionais para que sejam cada vez mais flexíveis e capazes de se adaptar às constantes mudanças. A flexibilidade está relacionada, também, à criatividade e multidisciplina técnica do síndico. Afinal, ser flexível engloba encontrar novas soluções para lidar com problemas e situações adversas. Síndicos e gestores condominiais flexíveis, estão um passo à frente dos concorrentes porque conseguem compreender e agir como um grande mediador em situações adversas. Os instantes plurais de crise também exigem esse tipo de habilidade, pois nos momentos de dificuldade em que as administrações condominiais atravessam, se clama por síndicos de atitude firme, ponderada e racional para lidar com imprevistos e pressões. Praticar a flexibilidade de forma inteligente na administração condominial, empodera o síndico e conduz claramente ao direcionamento nas soluções das ocorrências, além de atender prontamente as normas estabelecidas.