A autoconfiança é essencial para um síndico assumir riscos previsíveis e solucionar demandas com segurança. O autoconhecimento e a autoconfiança estão intimamente ligados, pois a partir do momento em que você se conhece bem, terá muito maior confiança para agir, tomar decisões, improvisar e lidar com conflitos. Não é à toa que os condomínios têm valorizado cada vez mais essas habilidades. Ser autoconfiante é diferente de ser autoritário, porque a autoconfiança precede necessariamente de bastante conhecimento íntimo, em contrapartida, o autoritarismo despreza limites e segue a perigosa linha, o desrespeito. Pratique a autoconfiança na gestão do condomínio demonstrando aos condôminos todo seu conhecimento pessoal e capacidade técnica adicionando nesta rápida receita, uma pitada de sensibilidade com flexibilidade, ingredientes esses, fundamentais para basear as mediações de conflitos e as tomadas de decisões assertivas.